quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Sindinova prepara 8ª edição da Febrac em Nova Serrana

Feira de Máquinas e Componentes para Calçados acontece nos dias 30, 31 de agosto e 1º de setembro, em Nova Serrana


Considerada a “Capital Nacional do Calçado Esportivo”, Nova Serrana, em Minas Gerais, prepara-se para a 8ª edição da Feira de Máquinas e Componentes para 
Calçados (Febrac), realizada pelo Sindicato da Indústria do Calçado de Nova Serrana (Sindinova). A feira, bianual, será realizada do dia 30 de agosto a 1º de setembro deste ano e tem como objetivo levar ao empresariado o que há de mais moderno em equipamentos e componentes para aumentar a produtividade e a atratividade dos produtos do polo. 

Segundo o presidente do Sindinova, Ramon Alves, a expectativa da Entidade é, em três dias de evento, gerar cerca de R$ 9 milhões em novos negócios, 12% a mais que no ano passado. “As empresas estão investindo constantemente em novos produtos, tecnologias e tendências de produção para atender à demanda diversificada do mercado e ampliar seus processos produtivos”, afirma Ramon. 

Mais de 100 expositores participarão da feira, bem como cerca de seis mil visitantes oriundos tanto da própria região como dos demais polos calçadistas do País. Para Ramon Alves, Nova Serrana é um modelo de Arranjo Produtivo Local que reúne recursos e infraestrutura necessários para abrigar o evento, respeitando a vocação natural de seus moradores pela atividade calçadista. “A realização deste evento consolida o Sindinova e o polo local como referência nacional na produção de calçados”, acrescenta o presidente da Entidade.

Diversificação
Outro aspecto que deve impactar positivamente no resultado da Feira é a diversificação do Polo Calçadista de Nova Serrana, que está investindo cada vez mais na produção de calçados femininos, fazendo aumentar a procura por novas máquinas e componentes. Segundo Ramon Alves, parte das empresas do polo investe na moda rápida, ou seja, em produtos com ciclo de vida menores, no qual o tempo médio de fabricação dos calçados é de dois a três meses, desde o desenvolvimento até a comercialização. “Este modelo requer inovações constantes e, consequentemente, investimentos em pesquisas de tendências e novos componentes”, explica o presidente do Sindinova.

Sobre o polo de Nova Serrana 
Nova Serrana ocupa o primeiro lugar no ranking nacional de produção de calçados, com 850 empresas que produzem em média de 110 milhões de pares por ano e geram cerca de 20 mil empregos diretos. 
O ano de 2010 foi positivo para o polo calçadista de Nova Serrana e atingiu 110 milhões de pares de calçados produzidos, o que representa um crescimento de 22,2% na comparação com 2009 (90 milhões de pares). “Atribuímos esta expansão ao amadurecimento profissional dos industriais, à qualidade e competitividade dos calçados produzidos no polo e, principalmente, ao aumento do poder aquisitivo das classes C e D”, explica Ramon Alves. O presidente do Sindinova ainda ressalta que apesar do foco do Sindicato ser o mercado interno, as exportações de calçados somaram 2% de toda a produção do polo em 2010.
Histórico da FEBRAC
Ao chegar a sua 8ª edição, a Feira consolida números expressivos. São quase R$ 50 milhões em novos negócios e cerca de 50 mil visitantes, entre fabricantes, empresários do setor de máquinas e componentes, além de diversos profissionais ligados ao segmento calçadista. A cada edição da Febrac, o volume de negócios cresce de forma substancial, com pesados investimentos em tecnologia, em equipamento de ponta e em máquinas que melhoram a produtividade e permitem o aumento da produção calçadista. Os resultados comprovam que o Polo Calçadista Nova Serrana tem em sua essência a missão de gerar negócios, alicerçado na necessidade contínua dos industriais por novidades, diferenciais e criatividade.

Serviço:
8ª FEBRAC - Feira de Máquinas e Componentes para Calçados
Data: 30 e 31 de agosto e 1º de setembro
Horário: 14h às 21h
Local: Centro de Eventos de Nova Serrana - Av. Jessé Correia de Lacerda 500, bairro Amazona

Nenhum comentário:

Postar um comentário