sábado, 18 de março de 2017

domingo, 12 de março de 2017

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

domingo, 26 de fevereiro de 2017

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Nova Serrana tem serviço de banda larga com velocidade de até 200 Mbps de potência


Quem navega na internet em Nova Serrana conta com conexões de até 200 Mbps. Isso significa mais desempenho e velocidade para fazer downloads, assistir vídeos, ouvir músicas e jogar online, sem limites.

A Algar Telecom é a responsável por oferecer esse serviço e leva sua ultra banda larga, gradativamente, para os bairros da cidade. Os clientes podem consultar a disponibilidade do serviço pelos canais de atendimento da empresa. Para mais informações: www.algartelecom.com.br.

Para entregar esse serviço, a Algar Telecom utiliza rede 100% de fibra óptica, inclusive dentro das residências e empresas, permitindo ainda mais qualidade e estabilidade de conexão. Essa tecnologia é a mais moderna disponível no mundo para fornecimento de internet.

“Nova Serrana é um município muito importante para nós. Entendemos que esse investimento traz maior dinamismo para as atividades do dia a dia, e entretenimento. Ficamos felizes por ser os responsáveis por essa entrega e continuaremos nossos investimentos na cidade”, afirma o diretor de relacionamento com o mercado da Algar Telecom, Luiz Eduardo da Cunha Peppe.

Além de Nova Serrana, outras cinco cidades de Minas Gerais têm ampliações da ultra banda larga neste ano. A companhia ainda passa a oferecer o serviço em nove novas cidades de São Paulo, Goiás, Minas e Mato Grosso do Sul. Para realizar esses aprimoramentos, a Algar Telecom investiu R$ 15,5 milhões.
Novas cidades contempladas com o serviço:
Batatais (SP), Frutal (MG), Guaíra (SP), Itumbiara (GO), Ituverava (SP), Jardinópolis (SP), Orlândia (SP), Paranaíba (MS) e São Joaquim da Barra (SP).

Cidades com ampliações do serviço:
Divinópolis (MG), Nova Serrana (MG), Pará de Minas (MG), Patos de Minas (MG), Uberaba (MG) e Uberlândia (MG).

Sobre a Algar Telecom
A Algar Telecom, empresa de telecomunicações do grupo Algar, está há mais de 60 anos no mercado com dois objetivos principais: manter um relacionamento próximo com seus clientes e oferecer serviços de alta qualidade.
A empresa oferece acesso à internet com ultravelocidade, celular de qualidade, TV por assinatura com programação especial, serviços de voz, dados, internet, TI e Infra, outsourcing e vídeo. Por isso, investe constantemente, na modernização da sua rede, na governança corporativa e no desenvolvimento de canais de relacionamento diferenciados, usando aplicativos e espaços nas redes sociais, além de uma equipe de consultores especializados para projetar as melhores soluções para empresas de qualquer porte em um atendimento consultivo e exclusivo.
O alto índice de satisfação é reflexo da cultura da companhia baseada no diálogo e na criação de relacionamentos sustentáveis.
Em expansão constante, a Algar Telecom tem hoje mais de 3,6 mil associados (como são chamados os colaboradores) e está presente nas principais regiões do Brasil. São 28 mil km de fibra óptica atendendo 1,3 milhão de clientes nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Goiás, Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, além do Distrito Federal. Desde 2007, a Algar Telecom é uma companhia aberta, não listada na Bolsa de Valores.

 1468416045342_logo-algartelecom.png

João Paulo Feliciano
Diretoria de Marketing Varejo e MPE
Algar Telecom
(34) 9 9152-7255 1467977270613_wpp.png
www.algartelecom.com.br

domingo, 18 de setembro de 2016

JOSIAS

terça-feira, 19 de julho de 2016

Empresas Algar conquistam prêmio Valor Inovação 2016

Uberlândia, 19 de julho de 2016 -  O Grupo Algar foi destaque em duas categorias do prêmio Valor Inovação 2016, divulgado na noite de ontem, em São Paulo. Reconhecida como a empresa de telecomunicações mais inovadora do país pelo Valor Inovação 2016, a Algar Telecom ocupou o primeiro lugar no ranking do segmento e a 42ª posição entre as 100 empresas mais inovadoras do país.

A Algar Agro, braço agrícola do grupo Algar, foi a terceira colocada entre as empresas do setor do agronegócio e ficou com a 90ª posição na classificação geral.

A premiação é definida a partir de pesquisa realizada pelo jornal Valor Econômico em parceria com a empresa de consultoria Strategy&. Para compor o ranking, foram considerados critérios como: percentual da receita direcionado para inovação, criação de novos produtos, processos e estruturas, número de lançamentos bem-sucedidos, maturidade dos processos de inovação, e a implantação de uma cultura voltada para essa área.

segunda-feira, 25 de abril de 2016

domingo, 20 de março de 2016

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

17ª Feira de Calçados em Nova Serrana

Consolidada entre as principais feiras calçadistas do Brasil, a Fenova – Feira de Calçados de Nova Serrana é realizada semestralmente pelo Sindinova – Sindicato Intermunicipal das Indústrias de Calçados de Nova Serrana. O objetivo do evento é apresentar lançamentos, tendências calçadistas, além de gerar novos negócios e contatos entre lojistas e industriais do polo.
A feira é realizado no Centro de Convenções, que conta com espaço de 4800 m2, ambiente climatizado e praça de alimentação. Além disso, os compradores contam com traslado do hotel para o local do evento, o que proporciona maior comodidade.
Os principais destinos de vendas dos produtos fabricados no polo vão para São Paulo, Minas e Rio de Janeiro. A Fenova já faz parte de grandes eventos do setor coureiro/calçadista, sendo referência para os maiores compradores de calçados do país.
17ª Fenova
Data: 23 a 25 de fevereiro de 2016
Horário: 10h às 19h
Local: Centro de Convenções de Nova Serrana
Av. Jessé Correia de Lacerda, nº 500, bairro Amazonas – Nova Serrana (MG)

sábado, 20 de fevereiro de 2016

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Inscrições de Instrutores e Professores em diversas áreas Nova Serrana e Região


Os Editais  006 e 007/2016 publicados  para várias disciplinas dos cursos técnicos de Segurança do Trabalho,Informática, Meio Ambiente e Libras
Inscrições nos dias 2, 3 e 4 de fevereiro na Escola Municipal José Belchior Preto,Rua Antônio Martins 1270-Bela Vista,Nova Serrana-MG.Das 18:00 às 21:00.

É necessário curriculum lattes ou comum,cópia dos certificados(graduação, pós, cursos) ,documentos pessoais,residência e as fichas preenchidas descritas no link abaixo:
http://www.ifmg.edu.br/index.php/9-ultimas-noticias/4836-primeiros-editais-2016.html

Eventuais dúvidas contatar 37-99157-8633 Beto.
Roberto Gois

quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Algar Telecom leva ouro em prêmio internacional de marketing

A Algar Telecom recebeu troféu de ouro pelo 16º Prêmio Amauta, premiação internacional de marketing, na qual a operadora concorreu com grandes empresas de toda América Latina. O reconhecimento à companhia se deu pelo desenvolvimento da ferramenta Mobile Mailing Manager (MMM) em conjunto com a Marketdata. A solução é utilizada por consultores e parceiros da operadora, por meio de tablets, smartphones e computadores, e permite acesso direto aos respectivos mailings de acordo com seus objetivos. A premiação foi realizada no início do mês, em Punta Del Leste, no Uruguai, e a Algar Telecom foi representada por seu diretor de marketing de varejo, Márcio de Jesus.

sexta-feira, 6 de novembro de 2015

Algar Telecom é tricampeã no Guia Exame de Sustentabilidade

Na foto: a assessora de Sustentabilidade da Algar Telecom,
Cristiana Heluy, e o vice-presidente corporativo de operações
da Algar, Divino Sebastião de Souza.
A Algar Telecom, empresa de telecomunicações do grupo Algar, foi eleita a empresa-modelo na categoria Ética e Transparência e, pela terceira vez consecutiva, a empresa mais sustentável no setor de Telecomunicações pelo Guia Exame de Sustentabilidade 2015. A premiação foi recebida na noite da última quarta-feira (4), em São Paulo, pelo vice-presidente corporativo de operações da Algar, Divino Sebastião de Souza, e pela assessora de Sustentabilidade da Algar Telecom, Cristiana Heluy.

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

terça-feira, 20 de outubro de 2015

quinta-feira, 9 de julho de 2015

terça-feira, 7 de julho de 2015

Indústria e varejo de calçados apostam na Francal para retomada dos negócios

O presidente da Francal, Abdala Jamil Abdala, conclamou a todos para a virada do jogo. “A Francal, que sempre foi um marco na promoção do sapato, fará a alavancagem dos negócios que o setor espera”, comentou. Segundo ele, a Francal Feiras investiu muito trabalho para trazer importadores, além de lojistas de todo o País, buscando acelerar as vendas no segundo semestre.

Na opinião do presidente da Ablac – Associação Brasileira de Lojistas de Artefatos e Calçados, Imad Esper, o varejo, que perdeu 5% de vendas no primeiro semestre do ano, não pode prescindir da Francal, evento que, na sua opinião, deve ser cada vez mais fortalecido.

O presidente da Abicalçados, Heitor Klein, disse que há circunstâncias que permitem ver que o movimento da virada do setor chegou. Dentro de dois anos, ele imagina, a indústria poderá chegar aos US$ 2 bilhões em exportações, recuperando o volume de cinco anos atrás.

O governador Geraldo Alckmin, que se intitula amigo do calçado, disse “que é difícil encontrar um setor que empregue tanta mão de obra intensiva, distribua renda, que tenha a importância social e econômica, como o calçadista”. Ele acredita na retomada do setor e, mencionando o ex-presidente Juscelino, ponderou que “os otimistas podem errar, mas os pessimistas começam errado”.

No Brasil, onde predomina o clima quente na maior parte do ano, a primavera-verão é a estação mais rentável para a indústria e o varejo de calçados e acessórios de moda. Segundo estimativa da Abicalçados – Associação Brasileira das Indústrias de Calçados, a temporada responde por 60% do faturamento anual dos fabricantes. Para o varejo, as coleções versáteis e dinâmicas, com milhares de lançamentos colocados no mercado ao longo dos meses, permitem a diversificação das vitrines periodicamente e a extensão das vendas por até nove meses.

Tão importante quanto os negócios que a feira gera entre fabricantes, lojistas, representantes comerciais e compradores internacionais é o conteúdo de alta qualidade que oferece aos seus visitantes. Os espaços temáticos, palestras e workshops versam sobre diferentes aspectos que compõem a cadeia calçadista: moda, varejo, design, marketing, merchandising, consumo, inovação, tecnologia e outros. A partir deste conteúdo, ministrado por renomados especialistas, os visitantes profissionais ficam mais preparados para aproveitar as oportunidades da nova temporada de vendas dentro de suas respectivas áreas.

Há quase cinco décadas, a FRANCAL – Feira Internacional da Moda em Calçados e Acessórios é o evento brasileiro oficial para o lançamento das coleções primavera-verão, e responsável por volume significativo dos negócios da cadeia produtiva do setor. A feira impulsiona de forma contínua as vendas no mercado interno no segundo semestre, fomenta negócios com o mercado externo e impulsiona as exportações brasileiras.

Esta característica da feira assume importância ainda maior num cenário macroeconômico favorável às exportações, tanto pelo câmbio favorável, que torna o produto nacional mais competitivo no exterior, quanto pelo recente anúncio, pelo Governo Federal, do Plano Nacional de Exportações, que visa à ampliação de mercados por meio da desburocratização e simplificação dos processos aduaneiros, remoção de barreiras e aumento do financiamento e garantias às exportações.

Neste ano, a FRANCAL realiza sua 47ª edição entre os dias 6 e 9 de julho numa área total de 82 mil m², equivalente a todo o complexo de exposições do Anhembi, em São Paulo. Mais de 800 fabricantes, representando 2.000 marcas, apresentam ao mercado em primeira mão seus lançamentos para a temporada primavera-verão em calçados masculinos, femininos, infantis e esportivos, bolsas, mochilas, cintos, carteiras e malas, bijuterias e outros acessórios de moda.

Mais de 50 mil lojistas e profissionais do setor de todo o Brasil e cerca de mil compradores internacionais oriundos de 70 países visitam a feira anualmente, atraídos pela qualidade e design da moda verão brasileira, com toda sua diversidade de cores, materiais e texturas.

Mostra Francal Verão 2016

Um novo espaço na feira, especialmente projetado para apresentar os temas, inspirações, conceitos, cartelas de cores e modelagens que farão sucesso no Verão 2016. Criado para oferecer ao lojista uma fonte de informações para orientar suas compras durante a feira diante da vasta oferta de novidades para a temporada. Fazem parte da mostra os produtos inovadores, os que serão uma aposta e os consolidados da estação. A mostra foi construída a partir da metodologia da pirâmide de produtos e dos conceitos do Fórum de Inspirações. Tem como diretor Criativo Walter Rodrigues, estilista e coordenador de design da Assintecal.

Fórum de Moda & Marketing

O Fórum de Moda & Marketing Francal acontece durante três dias da feira (6, 7 e 8). Reúne especialistas em moda, varejo, marketing e visual merchandising para apresentar temas de relevância para o dia a dia das lojas. Entre os palestrantes estão o estilista e coordenador do núcleo de Design da Assintecal, Walter Rodrigues; a empresária Luiza Trajano, presidente da rede Magazine Luiza; Imad Esper, presidente da ABLAC (Associação Brasileira de Lojistas de Artefatos e Calçados); Christian Thomas, diretor do Studio 10; Nelson Batista Zimmer, pesquisador de tendências do Portal Trends LAB; Patrícia Souza, editora de Moda e diretora de Pesquisa do grupo Usefashion; e o professor e consultor Rubens Sant’Anna.

Praça de Eventos Francal

Outra grande novidade desta edição é a Praça de Eventos, local que concentra grande parte dos eventos realizados dentro da feira. Abriga não só o Fórum de Moda & Marketing, mas também a Cerimônia Oficial de Abertura, as palestras rápidas do Talk Shoe e a coletiva de imprensa da Abicalçados, a entrega do Troféu Destaque & Garra de Ouro do Grupo Sinos, palestra e mesa-redonda de design do Istituto Europeo di Design (IED), palestra com o estilista Ronaldo Fraga e a designer Heloísa Crocco do Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB), e palestra sobre tecnologia para o varejo pela Associação Brasileira de Automação para o Comércio (AFRAC).

Salão de Bijuterias

Um dos mais tradicionais e movimentados espaços diferenciados da FRANCAL chega repaginado nesta edição: mais amplo, com visual arrojado e conceito moderno. A identidade visual foi desenvolvida para aumentar a visibilidade das 45 empresas que ocupam os 1.200 m² do espaço e valorizar seus produtos.

O Salão de Bijuterias é conhecido por oferecer produtos de qualidade, com informação de moda e preço acessível, de empresas que atuam em diferentes nichos: pedras, folheados, semijoias, pashiminas, óculos e outros acessórios. As inovações implementadas nesta edição contribuem para ampliar os negócios dos expositores e tornar a experiência de compra dos visitantes ainda mais agradável.      Fonte: 

Mercado externo domina pauta da coletiva de imprensa da Abicalçados

Com a economia desaquecida, especialmente depois do segundo semestre de 2014, as atenções do setor calçadista estão voltadas ao potencial além-fronteiras neste ano de 2015.

O mercado externo, que começa a dar sinais de recuperação, foi o assunto principal da coletiva de imprensa da Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), realizada no dia 7, na Francal 2015.

Para o presidente-executivo da Abicalçados, Heitor Klein, a recuperação da economia norte-americana aliada à valorização do dólar pode alavancar as vendas externas. “Existe uma conjunção de fatores que, tendo em vista a circunstância de queda na demanda interna, recomendam um esforço adicional para o mercado internacional”, ressaltou o executivo, para quem o atual momento macroeconômico, somado ao empenho demonstrado pelo governo federal através do lançamento do Plano Nacional de Exportações (PNE) – que entre outras questões, garantiu a manutenção do Reintegra e o financiamento para as exportações – devem ser fundamentais para o incremento dos embarques.

Segundo o executivo, o mercado externo já dá sinais de recuperação, embora somente a partir da participação das vendas da Francal e das próximas feiras internacionais, GDS (Alemanha) e theMicam (Itália), se poderá ter uma “visão mais clara” da situação. No primeiro semestre, conforme dados preliminares do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), as exportações de calçados chegaram a US$ 463,9 milhões, número 11,2% inferior ao registro do mesmo período do ano passado. Porém, se segregado apenas o mês seis, houve uma recuperação de 4,2% com relação a maio.

Os Estados Unidos é um dos oito mercados-alvo do programa Brazilian Footwear, realizado pela Abicalçados em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). Perguntado sobre ações específicas no mercado estadunidense, o gestor de projetos da entidade calçadista, Cristian Schlindwein, destacou as ações de matchmaking na feira calçadista FN Platform, além do Fashion Bloggers – projeto recente que trouxe uma importante blogueira norte-americana para conhecer e divulgar o produto brasileiro –, Projeto Comprador VIP, que está sendo desenvolvido na Francal com a vinda da rede estadunidense Sears e Kmart, entre outros.

Durante o encontro com a imprensa também foi lançado o relatório Brasil Calçados 2015. De autoria do Instituto de Estudos e Marketing Industrial (IEMI), o compêndio é apoiado pela Abicalçados e traz dados de produção, produtividade, comércio externo, emprego, entre outros.

O diretor do IEMI, Marcelo Prado, apresentou o estudo destacando a perda de posições do Brasil no mercado internacional. Conforme o relatório, o País, que já figurou no topo do ranking de exportadores, agora ocupa apenas a 16ª posição, com apenas 0,9% de participação no total de exportações de 2013. “Perdemos espaço para os asiáticos nos anos recentes. É preciso que a indústria brasileira passe a concorrer em design e valor agregado, não mais no preço”, disse. Segundo ele, mesmo com um dólar em patamares mais elevados, o que teoricamente ajudaria na formação de preços mais competitivos para o produto nacional, a concorrência neste quesito com os asiáticos é impossível.

Além da concorrência asiática e da perda de competitividade da indústria nacional por questões de custos de produção, Prado destacou a formação dos grandes blocos econômicos, que permitem importações sem impostos dos países signatários, caso da Nafta e da União Europeia. “As exportações não cresceram apenas em países com baixos custos de produção”, frisou, citando que países como Itália, Bélgica, França, Alemanha e Portugal figuram na frente do Brasil no ranking de exportados mundiais. “Além de serem favorecidos pelo acordo do bloco europeu, esses países vendem design, valor agregado e originalidade”, ressaltou Prado.

Para Abdala Jamil Abdala, presidente da FRANCAL, existe uma vibração na feira, com a expectativa de um segundo semestre melhor. "Nosso calçado é um dos melhores do mundo em qualidade e design’.                                                                                            Divulgação Francal Feiras / Ag.Riguardare

terça-feira, 23 de junho de 2015